Postagens

Mercado de Títulos

1. Distingue mercado primário de mercado secundário.
MERCADO PRIMÁRIO SÃO COLOCADOS PARA TRANSAÇÃO OS NOVOS TÍTULOS MOBILIÁRIOS, ISTO É, AQUELES QUE AINDA NÃO FORAM COTADOS EM BOLSA. JÁ O MERCADO SECUNDÁRIO TAMBÉM PODE SER DESIGNADO DE BOLSA DE VALORES. NESTE MERCADO SÃO TRANSACIONADOS OS TÍTULOS QUE JÁ PASSARAM PELO MERCADO PRIMÁRIO, OU SEJA, AQUELES QUE JÁ ESTÃO A SER COTADOS EM BOLSA E NEM SEMPRE QUEM QUEM ADQUIRE TÍTULOS NO MERCADO PRIMÁRIO, OS CONSERVA ATÉ ATINGIREM A MATURIDADE.
2. Compara o empréstimo obrigacionista com o aumento de capital quanto:
a) à rentabilidade dos títulos; 
AS AÇÕES NEM SEMPRE TEM RENTABILIDADE, POIS DEPENDEM DO LUCRO DA EMPRESA.  AO CONTRÁRIO DAS AÇÕES, AS OBRIGAÇÕES GARANTEM SEMPRE RENTABILIDADE POIS O LUCRO DA EMPRESA NÃO IMPEDE QUE A TAXA DE JURO SEJA PAGA. DESTE MODO COMO AS AÇÕES TEM UM MAIOR RISCO, ACABAM POR TER MAIOR RENTABILIDADE DO QUE A OBRIGAÇÕES.


b) à possibilidade de as empresas ajustarem os pagamentos à conjuntura económica.

NAS OBRIGAÇÕES, AS …

Leasing, Factoring e Capital de Risco

Imagem
1. Supõe que desejas adquirir um automóvel que custa 25.000 €. Identificaste o leasing como boa opção de financiamento e desejas pagar a viatura em 5 anos. 
Determina (faz print screen) a (a) entrada inicial (Sugestão: 5.000 €), o (b) valor do aluguer mensal e o (c) valor residual (Sugestão: 500 €). 


Por mês iremos pagar 358,42 euros.

2. Caracteriza o leasing.
"Leasing" consiste na celebração de um contrato entre o locador(empresa de leasing) e um locatário(pessoa individual ou coletiva) a quem é cedido temporariamente um determinado bem móvel ou imóvel, mediante uma entrada inicial dada pelo locatário e um pagamento de uma renda mensal. Após o fim do contrato, o locatário tem duas opções:1) ou compra o bem em troca do pagamento de um valor residual; 2) ou entrega o bem á empresa de leasing que depois se quiser pode fazer um novo contrato para um novo bem. 3. Refere as vantagens do leasing relativamente a outras alternativas de financiamento.
Financiamento (consumo ou investiment…

O financiamento da actividade económica: autofinanciamento e financiamento externo

1. Distingue capacidade de financiamento de necessidade de financiamento. 
CAPACIDADE DE FINANCIAMENTO É QUANDO A FAMÍLIA TEM RECURSOS MAIS DO QUE NECESSITA, TENDO UMA POUPANÇA POSITIVA, OU SEJA RENDIMENTO MAIOR DO QUE CONSUMO. ENQUANTO QUE NECESSIDADE DE CONSUMO OCORRE QUANDO AS DESPESAS NÃO SÃO SUPERIORES ÁS RECEITAS, NORMALMENTE OCORRE COM O ESTADO. ESTAS TÊM UMA POUPANÇA NEGATIVE.
2. Distingue financiamento externo de financiamento interno ou autofinanciamento. 
FINANCIAMENTO EXTERNO É ULTIZAÇÃO DE RECURSOS RECORRENDO A MEIOS TERCEIROS. ENQUANTO QUE  O AUTOFINANCIAMENTO É QUANTO TEMOS A CAPACIDADE DE NOS FINANCIAR COM OS NOSSOS RECURSOS. 
3. “Nenhum pai considera seguro emprestar dinheiro aos filhos!”
Explica como esta falta de confiança está na base do modelo de negócio dos bancos, distinguindo a taxa de juro das operações activas da taxa de juro das operações passivas. 
A TAXA DE JURO DAS ACÇÕES PASSIVAS ESTÁ ASSOCIADA AOS DEPÓSITOS. A TAXA DE JURO ATIVAS É A REMUNERAÇÃO DAS INSTIT…

Poupança e Investimento

Justifique porque o conteúdo poupança foi abordado conjuntamente com o investimento.

2. Refira o efeito da facilitação do crédito nos anos 90, sobre a taxa de poupança da sociedade portuguesa.

3. Identifique uma opção de poupança perigosa e sem qualquer rendimento.

4. Identifique o destino de poupança mais comum.

5. Identifique a aplicação da poupança que contribui para o aumento da capacidade produtiva.

6. Explique porque a taxa de lucro deverá ser superior à taxa de juro.

7. “A taxa de juro é o preço de equilíbrio que se estabelece entre quem procura e quem oferece liquidez”. Comente.

8. Explicita as funções do investimento.

9. Explicita o conceito de amortizações.

10. Distingue investimento de reposição de investimento de expansão.

11. Define investimento líquido.

12. Justifica a variação de existências como componente do investimento.

13. Justifica uma elevada taxa de poupança e um elevado volume de investimento como elementos do mesmo “ciclo virtuoso”.

14. Entre os vários tipos de investiment…

Rendimentos e repartição dos rendimentos - Revisões

Imagem

Rendimento disponível dos particulares

Imagem
1. Distingue rendimento pessoal de rendimento pessoal disponível.
O RENDIMENTO PESSOAL SÃO OS RENDIMENTOS PRIMÁRIOS MAIS OS RENDIMENTOS SECUNDÁRIOS. ENQUANTO QUE O RENDIMENTO PESSOAL DISPONÍVEL É IGUAL AO RENDIMENTO PESSOAL MENOS OS IMPOSTOS DIRECTOS E CONTRIBUIÇÕES PESSOAIS
2. Distingue impostos directos de impostos indirectos.
IMPOSTOS DIRECTOS SÃO IMPOSTOS SOBRE O RENDIMENTO(IRS) E PATRIMÓNIO (IMI) ENQUANTO QUE OS IMPOSTOS INDIRETOS SÃO IMPOSTOS SOBRE O CONSUMO(IVA)
3. Distingue as contribuições para a segurança social dos impostos.
AS CONTRIBUIÇÕES SAO DIFERENTES DOS IMPOSTOS. AS CONTRIBUIÇÕES TEM UM FIM PARTICULAR QUE É SEGURAR UM FINALIDADE ESPECIFICA ENQUANTO QUE OS IMPOSTOS VÃO PARA O ESTADO SENDO INCLUÍDOS ASSIM NO SEU ORÇAMENTO.
4. Explica porque motivo a despesa em bens não duradouros é a parcela mais estável do consumo.

OS BENS ALIMENTARES SÃO POR EXEMPLO BENS NÃO DURADOUROS E O SEU CONSUMO NÃO VARIA MUITO. MESMO QUE HAJA UMA CRISE ECONÓMICA "NÃO PODEMOS DEIXAR DE COMER&…